sexta-feira, 29 de julho de 2011

Aluno Crente X Prof. Ateu



Vi no: http://profetirando.com.br/

Carta de Calvino à Lutero (1545)

Lutero  e Calvino


21 de Janeiro de 1545
 
Ao mui excelente pastor da Igreja Cristã, Dr. M. Lutero, [1] meu tão respeitado pai. Quando disse que meus compatriotas franceses, [2] que muitos deles foram tirados da obscuridade do Papado para a autêntica fé, nada alteraram da sua pública profissão, [3] e que eles continuam a corromper-se com a sacrílega adoração dos Papistas, como se eles nunca tivessem experimentado o sabor da verdadeira doutrina, fui totalmente incapaz de conter-me de reprovar tão grande preguiça e negligência, no modo que pensei que ela merece. 

O que de fato está fazendo esta fé que mente sepultando no coração, senão romper com a confissão de fé? Que espécie de religião pode ser esta, que mente submergindo sob semelhante idolatria? Não me comprometo, todavia, de tratar o argumento aqui, pois já o tenho feito de modo mais extenso em dois pequenos tratados, em que, se não te for incomodo olha-los, perceberá o que penso com maior clareza que em ambos, e através da sua leitura encontrará as razões pelas quais tenho me forçado a formar tais opiniões; de fato, muitos de nosso povo, até aqui estavam em profundo sono numa falsa segurança, mas foram despertados, começando a considerar o que eles deveriam fazer. 

Mas, por isso que é difícil ignorar toda a consideração que eles têm por mim, para expor as suas vidas ao perigo, ou suscitar o desprazer da humanidade para encontrar a ira do mundo, ou abandonando as suas expectativas do lar em sua terra natal, ao entrar numa vida de exílio voluntário, eles são impedidos ou expulsos pelas dificuldades duma residência forçada. Eles têm outros motivos, entretanto, é algo razoável, pelo que se pode perceber que somente buscam encontrar algum tipo de justificativa. 

Nestas circunstâncias, eles se apegam na incerteza; por isso, eles estão desejosos em ouvir a sua opinião, a qual eles merecem defender com reverência, assim, ela servirá grandemente para confirmar-lhes. Eles têm me requisitado de enviar um mensageiro confiável até você, que pudesse registrar a sua resposta para nós sobre esta questão. Pois, penso que foi de grande conseqüência para eles ter o benefício de sua autoridade, para que não continuem vacilando; e eu mesmo estou convicto desta necessidade, estive relutante de recusar o que eles solicitaram. 

Agora, entretanto, mui respeitado pai, no Senhor, eu suplico a ti, por Cristo, que você não despreze receber a preocupação para sua causa e minha; primeiro, que você pudesse ler atentamente a epistola escrita em seu nome, e meus pequenos livros, calmamente e nas horas livres, ou que pudesse solicitar a alguém que se ocupasse em ler, e repassasse a substância deles a você. Por último, que você escrevesse e nos enviasse de volta a sua opinião em poucas palavras. 

De fato, estive indisposto em incomodar você em meio de tantos fardos e vários empreendimentos; mas tal é o seu senso de justiça, que você não poderia supor que eu faria isto a menos que compelido pela necessidade do caso; entretanto, confio que você me perdoará. 

Quão bom seria se eu pudesse voar até você, pudera eu em poucas horas desfrutar da alegria da sua companhia; pois, preferiria, e isto seria muito melhor, conversar pessoalmente com você não somente nesta questão, mas também sobre outras; mas, vejo que isto não é possível nesta terra, mas espero que em breve venha a ser no reino de Deus. 

Adeus, mui renomado senhor, mui distinto ministro de Cristo, e meu sempre honrado pai. O Senhor te governe até o fim, pelo seu próprio Espírito, que você possa perseverar continuamente até o fim, para o benefício e bem comum de sua própria Igreja.



Extraído de Letters of John Calvin: Select from the Bonnet Edition with an introductory biographical sketch (Edinburgh, The Banner of Truth Trust, 1980), pp. 71-73.

[1] - Nota do tradutor: O especial interesse por esta carta, pelo que sabemos, é que ela é a única que Calvino escreveu a Lutero.
[2] - Nota do tradutor: Pelo que parece Calvino se refere aos huguenotes que embora haviam assumido o compromisso com uma confissão de fé reformada, mas na prática ainda preservavam os ídolos, toda a pompa e ritual da missa católica romana. Esta prática evidenciava uma incoerência entre o ato e a convicção de fé.
[3] - Nota do tradutor: Calvino se refere ao culto como uma confissão pública de fé.
 

Tradução livre:
Rev. Ewerton B.Tokashiki
Pastor da Igreja Presbiteriana de Cerejeiras – RO.
Prof. de Teologia Sistemática no SPBC – extensão Ji-Paraná

Este artigo é parte integrante do portal http://www.monergismo.com/

Morreu John Stott, um dos maiores líderes cristãos do século XX



É com pesar que recebi a noticia do Falecimento de uma maiores pastores evangélicos de todos os tempos. 

Particularmente eu devo muito a este grande homem de Deus. Seus livros contribuiram significativamente para a minha formação teológica.
John Robert Walmsley Stott, CBE (27 de abril de 1921 - 27 de julho de 2011) foi um líder Anglicano britânico, conhecido com uma das grandes lideranças mundiais evangélicas.

Serviu como Presidente da Igreja All Souls em Londres desde 1950. Estudou na Trinity College Cambrigde, onde se formou em primeiro lugar da classe tanto em francês como em teologia, e é Doutor honorário por varias universidades, na Inglaterra, nos Estados Unidos e no Canadá.

Uma de suas maiores contribuições internacionais são os seus livros. John Stott começou sua carreira como escritor em 1954 e já escreveu mais de 40 títulos e centenas de artigos, além de outras contribuições à literatura cristã.

Entre os seus títulos mais famosos estão:

    Cristianismo Básico.
    Crer é Também Pensar.
    Porque Sou Cristão.
    A Cruz de Cristo.
    Eu Creio na Pregação.
    Firmados na Fé.
    Cristianismo Equilibrado.
    Entenda a Bíblia.
    Cristianismo Autêntico.
    O Perfil do Pregador.
    Ouça o Espírito, ouça o mundo

A sua obra mais importante, Cristianismo Básico, vendeu mais de 2 milhões de cópias e já foi traduzido para mais de 60 línguas. Billy Graham chamou John Stott de "o mais respeitável clérigo no mundo hoje".

 John Stott, combateu o bom combate, completou a carreira e guardou a fé!


Com dor no coração!

Pr. Renato vargens
http://renatovargens.blogspot.com/

Homem doa carro à Igreja Universal e a esposa vai a delegacia registrar queixa

Gol ano 2000 na garagem da igreja
A polícia da cidade de Maringá recebeu uma queixa inusitada, a aposentada Maria Iraci Bressianini, 65 anos, católica, resolver denunciar que seu marido já entregou três carros como oferta na Igreja Universal do Reino de Deus.

De acordo com ela, o também aposentado Sidinei José Marques, 49 anos, entregou no último dia 14 um carro modelo Gol ano 2000 como oferta na igreja. Nos últimos anos, uma Kombi e um Chevette teriam tido o mesmo destino. “Ele ainda estava pagando R$ 500 por mês de parcela”, conta a mulher. “O carro foi comprado com o dinheiro dele, mas as coisas não são assim, né? Ele disse que larga de mim, mas não larga da igreja”.

Ela conta à polícia que neste dia ele chegou em casa a pé e ela começou a questioná-lo sobre o que teria acontecido com o carro. “Estão fazendo lavagem cerebral na cabeça dele. Se meu irmão não interferisse, ele dava até a casa para a igreja”.

Igreja Universal em Maringá
O caso ainda será apurado pela polícia. O escrivão que registrou o caso, Ivan Galdino de Freitas, disse que vai chamar o marido e o pastor da igreja para decidir o que pode ser feito. “Queremos saber o que está acontecendo. Se identificarmos que há indício de crime, alguém vai ser responsabilizado”, diz.

Sidinei tem 8 anos dedicados à igreja. Foi de poucas palavras com a reportagem. Não confirmou, mas também não desmentiu a informação da esposa, de que teria doado três automóveis para a igreja. Afirma que a doação também não foi para ajudar a instituição, mas foi em busca de uma resposta. Conta que agiu conforme sua fé.



Pastor nega que tenha recebido a oferta

Na Igreja Universal do Reino de Deus, o pastor Robson nega que a instituição tenha recebido um carro do fiel. “Não tem nada disso. Conheço essa senhora mulher dele, ela já veio aqui reclamar em outras ocasiões. O que houve uma vez foi ele vender um carro e fazer uma oferta à igreja”.

Maria confirma que já foi na igreja pedir o carro de volta, mas teria sido convidada a se retirar do local. A mulher conta que também já aceitou seguir a fé do marido, mas desistiu. “Eu sofro de desmaios e o Sidinei disse que a igreja podia curar. Fui lá e me agarraram pelos cabelos, chacoalharam e começaram a gritar ‘sai capeta!’. Eu comecei a chutar umas canelas para ver se eles se desgrudavam do meu cabelo e aí o pessoal achou que eu estava possuída mesmo”, relata.

Fonte: O Diário - Maringá


Meu Deus!!!! O cara ainda estava pagando o carro!!! Não tenho nenhum pouco de pena, de acordo com a reportagem o tal Sidiney fez a oferta procurando uma resposta de Deus. Mas é  obvio que não precisa disso, a resposta de Deus vem de graça. Não tenho pena, pois, a Bíblia está aí para ser lida e o Espírito Santo para nos testificar. A polícia e o Ministério Público não podem se calar. A Igreja Evangélica não pode se calar. Chega de teologia da prosperidade! Voltemos ao evangelho.

PAROU POR QUE? POR QUE PAROU?

Vejam só o e-mail que o senhor Malafaia está enviando para quem lhe dava dinheiro e não dá mais. 




Sinceramente nem sei o que comentar. O que me parece é que esse senhor está vendo que parte da Igreja Evangélica brasileira tem aberto os olhos e se libertado do jugo de pessoas como ele, portanto, esse e-mail é uma tentativa de se defender das justas acusações de blogueiros como eu e outros temos feito conra seus métodos heréticos de manipulação da massa e arrecadação de dinheiro fácil. Se você reparar bem, os ítens 6 e 7 da coluna da esquerda parece uma fala daquele personagem travesi do Zorra Total . Veja: "você foi envenenado por comentários de pastores, líderes e pessoas invejosas e recalcacadas que não suportam o sucesso do outro.. ai como eu to bandida".


O pior é o Morris Cerrulo que veio vender a unção da prosperidade e a Bíblia da vitória financeira por 900 reais, e vender a salvação das almas por 1000 reais estará de volta. Escondam suas carteiras!!!!

terça-feira, 26 de julho de 2011

Caroline Celico, esposa do Kaká e patricinha gospel, esclarece motivo de saída da Igreja Renascer e lança DVD

 


     O casal Caroline Celico e o jogador de futebol Kaká, depois que saíram da Renascer deixaram o público curioso ao não esclarecer o motivo. Caroline Celico falou sobre a Igreja em entrevista à RedeTV na sexta-feira, 22.
     Caroline e Kaká saíram da Igreja Renascer no final do ano passado e não foram para nenhuma Igreja depois disso. Entretanto, quando questionada por isso Caroline diz que a Igreja é sua casa.
     "A nossa Igreja é a nossa casa, e é isso o que eu acredito. Eu acredito que Deus olha para o nosso coração e vê o quanto que nós queremos entregar da nossa vida e do nosso coração para ele, não só em dinheiro".
     Caroline explicou sobre suas declarações para um jornal de São Paulo de que lia a Bíblia e interpretava de maneira diferente, citando na ocasião, o dízimo. Segundo ela, ela tenta quebrar os rótulos de religião, porque "a religião é aquilo de liga a Deus".
     "A minha religião é Jesus, aquilo que me liga a Deus. A minha religião é ter Deus dentro de mim e querer compartilhar isso com as pessoas". Segundo ela, existem muitas interpretações da Bíblia e essas intrepretações às vezes não estão dentro do contexto.
     Ao deixar claro que não é contra o dízimo, a esposa de Kaká afirma, entretanto, que, mais que o dinheiro, a oferta maior é a de vida.
     "O meu dízimo hoje não é medido e não é calculado em 10%. A minha oferta hoje é maior do que dinheiro. Porque é uma oferta de vida."
     Caroline disse que acredita que Deus quer olhar para o coração e ver "quanto queremos entregar de nossa vida, de nossos coração para Ele, não só em dinheiro. Deus está querendo o coração da pessoa".
     Ao ser perguntada se continua evangélica, Carol afirma que "evangélico virou uma religião" e é contra os rótulos, justificando que "na Bíblia não vemos nenhum rótulo, nenhum nome e nenhuma denominação".
     No final de seu DVD ela colocou: "Para que rótulos, denominações, nomes, se só há um nome?"

     ***********************

***Já pensou se a moda pega? Já pensou se todo mundo for servir a Cristo em casa . Pra que Igreja? Pra que congregar? Que o exemplo dessa patricinha gospel não se espalhe. Nada contra esse casal ter saído da Rena$cer, mas, ficar sem congregar-se é um risco, ainda mais vindo de uma igreja que não pregava a verdade bíblica. Mas a tal Carol é esposa do Kaká, ou seja, pode tudo, pode gravar cd gospel sem nem frequentar igreja, aliás pra que igreja? Ela já sabe tudo! Não precisa, se Deus vê o coração não precisa ir a igreja, não precisa ofertar pois Deus só quer a vida dela... Me dá vontadede vomitar... o pior é que esse DVD dela vai vender feito água e em breve estará pregando nos púlpitos brasileiros. Oremos para que esse casal volte para Cristo, que esse casal conheça o verdadeiro evangelho e não aquilo que a rena$cer ensina.
Pelo menos ela não se considera cantora evangélica... mas será que alguns evangélicos vão concordar com isso ou vão querer mais uma "ídola". Afinal, repito, esposa do Kaká, nem precisa de ter igreja... Ser Igreja é estar em comunhão com irmãos, é sermos devedores um dos outros, é andar pelo caminho estreito.. é isso que ela não quer. Oremos! Se alguem me perguntar se sou evangélico, apesar de tudo responderei seguro que Sim!!!! Pois entendo o que é ser evangélico, de tradição luterana, são valores muito fortes.



Felipe O. Almada


.  Veja a entrevista a seguir.



Você esperava essa repercussão em seu primeiro trabalho como cantora?
Caroline: Não esperava, foi algo que realmente me surpreendeu! Eu pensei em um trabalho onde as pessoas tivessem a oportunidade de entender e se aproximar um pouco mais sobre Deus, que, para mim, não está em igrejas e nem em religiões. Ele é muito maior que isso. E como eu queria presentear, liberei o download gratuito pelo site www.carolcelico.com.

Você já fechou contrato com gravadora para lançar o CD comercialmente?
Ainda não, estou em processo de negociação e trabalhando para que até o final do ano o público possa ter acesso ao CD nas lojas e também ao DVD, que ainda é inédito. Tenho recebido convites para divulgar o trabalho em programas de TV, mas não me sinto à vontade.

Quando será o lançamento do DVD?
Gravamos no verão de 2010 em São Paulo. O DVD foi finalizado em junho, quando presenteei 500 amigos com uma versão promocional. Agora estamos finalizando um segundo DVD com o mesmo conteúdo, mas em sua edição final para distribuição comercial. Os clipes das músicas gravadas com o Kaká e a Claudia estarão no DVD.

Você não gosta que seu CD seja chamado de “evangélico”. Como define sua música?
Eu não gosto de classificações. Chamo o meu trabalho de pop, porque quero que chegue a todas as pessoas. Não é evangélico, porque nem eu mesma me considero evangélica. Acredito em Jesus e amo a Deus. Não é gospel, pois gospel é um tipo de música originada nos EUA. As canções falam de amizade, de família, de amor. É uma história com Deus, além de minha, e que pode ser de muitas outras pessoas.

Numa das faixas do CD, você faz parceria com a Claudia Leitte. Como surgiu a amizade entre vocês?
Quando as pessoas me perguntam para que time eu torço, eu respondo: Kaká. Quando me perguntam de axé, respondo: Claudia Leitte. Mas, para mim, Claudia vai muito além de axé e da carreira artística dela. Nossa amizade surgiu quando eu, sem a conhecer, vi o DVD do show que ela fez em Copacabana.
Eu a vi e entrei em contato com ela. Começamos a conversar e ela me disse que tinha visto algumas coisas minhas na internet e ficou curiosa. Quando nos encontramos eu trouxe uma resposta para ela, sem saber que ela havia perguntado a si mesma (assim ela conta) e ela foi um sinal para mim de que eu estava caminhando na direção certa. Nos encontramos, foi simples assim.

Você pretende seguir a carreira de artista? Tem vontade de trabalhar com moda ou como empresária?
Já abri empresa de eventos em Milão, fiz faculdade de administração de moda (Fashion Business) no Istituto Marangoni. Gosto muito de música, quando pequena fiz curso de piano, canto e tentei tocar violão (sem sucesso). Eu tenho algumas composições minhas que pretendo divulgar no futuro. Mas não me considero uma cantora e, neste momento, não é a carreira que quero seguir.
No momento, estou estudando teologia, um curso sem partidarismo e sem religião, para entender ainda mais desse assunto que amo. Vou começar logo um curso de culinária em Madri e seguir com o meu blog (carolcelico.wordpress.com) e com o site (carolcelico.com) e Twitter (@cacelico). Só respondendo as centenas de e-mails por dia, mandando recados de incentivo, fé, força e esperança para as pessoas já preenche demais o meu dia. É nisso que mora meu prazer de viver.

Como desempenha seu papel de pastora na Espanha?
Eu costumava fazer um grupo pequeno de leitura da Bíblia, mas, com a correria do CD no Brasil, deixei em “stand by”. Pretendo voltar a fazer, mas não tem dia certo, acho que por isso as pessoas gostam tanto. Não é um ritual, é um grupo, uma pequena comunidade para quem quer aprender a estar mais perto de Deus.
Numa pregação em 2009, você comentou a transferência do Kaká para o Real Madrid dizendo que havia aberto uma porta que “acima de tudo, nós vamos poder abrir uma igreja lá”. Numa entrevista recente, você esclareceu que não pretende abrir igreja. Você chegou a pensar nisso ou acha que foi mal entendida na época?
Não fui mal interpretada, eu realmente não desmenti a suposta abertura de uma igreja em Madri. Mas hoje, meus conceitos mudaram, meus posicionamentos estão amadurecendo. Não pretendo abrir igreja alguma. Estou feliz como estou e acho que já existem muitas abertas. Eu tive meu tempo de estar dentro do dia a dia da igreja, mas hoje vejo Deus muito mais forte fora de doutrinas e pregações cheias de revelações. Ele é mais simples do que eu imaginava, e pode fazer parte dos nossos dias fora de um local ou um templo.

O Luca já mostra interesse por futebol? Você já pensa em ter mais filhos?
Penso sim, mais dois pelo menos. Gosto da casa cheia. Luca ama chutar bola, mas ama carros e tênis também!

O episódio em que você não deixou o Kaká posar de cueca para a Vanity Fair foi muito comentado. Você se considera ciumenta?
Eu nunca proibi ele de posar de cueca, na verdade só fui saber dessa história pela imprensa. Ele mesmo não se sentiria confortável. Eu achei ótimo, pois tem que ter alguma coisa que seja só da esposa. Não sou ciumenta, a maioria das fãs dele são minhas também, da nossa família. Estou sempre conversando com elas, respondo os e-mails, mantenho uma ótima relação com cada uma! Elas são muito amorosas e sinceras. E não posso condenar nenhum tipo de amor.

Fonte da Entrevista: www.terra.com.br

Imagens de padre e namorada nus em hotel vazam na internet


Um polonês e uma brasileira iniciam um relacionamento e passam férias no Rio de Janeiro. Visitam o Cristo Redentor, uma escola de samba, vão à praia, andam abraçados e desfrutam da intimidade num hotel voltado para o mar. Tudo não passaria de mais uma história tipo lua-de-mel no litoral na lembrança dos dois caso o tal polonês não fosse o pároco numa cidade do interior mato-grossense e não fossem divulgadas na internet fotos em que o casal aparece, entre outras, só com flores cobrindo as genitálias no espelho do hotel, no estilo Adão & Eva.

    A história inusitada envolvendo o padre Dominik Jaroslaw Czerwinski, há cerca de seis anos na Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Peixoto de Azevedo (a 691 km de Cuiabá), surpreendeu a comunidade católica da cidade. “Não tem como não ficar sabendo, né? O pessoal está com o pé atrás agora”, ironiza Pedro Dias da Silva, que trabalha numa farmácia, sobre a repercussão entre os pouco mais de 30 mil habitantes.
    De férias no Rio, Dominik tomou a liberdade de levar a representante de sex-shop identificada apenas como “Nelma”. Os dois registraram o passeio em fotos armazenadas no computador do padre, que teria sido furtado.
    Primeiro, a notícia de que ele havia aproveitado a folga ao lado de uma mulher era apenas boato em Peixoto de Azevedo. Poucos haviam visto o vídeo postado no dia 13 de julho no portal Youtube.com, no qual Nelma e o padre se descontraem numa festa de escola de samba. O vídeo foi nomeado “farra do padre”.
   O boato virou escândalo depois da postagem, no dia 19, de “farra do padre 2”. O vídeo foi postado pelo usuário “MrPadresafado”. Trata-se meramente da filmagem de um monitor de computador com as fotos tiradas pelo casal no Rio com uma trilha instrumental romântica. Começa com imagens no Cristo Redentor. Na seqüência, Nelma aparece comendo uma banana, posando na praia e mostrando uma aliança no dedo. Dominik aparece com uma latinha na mão em frente ao mar e segurando Nelma nos braços. No trecho mais “íntimo”, Nelma segura um buquê de flores no quarto de hotel em plena orla, depois se exibe só de roupa íntima. Os dois então tiram uma foto na frente do espelho, exibindo-se nus com champanhe e o buquê de flores estrategicamente posicionado em frente às genitálias. Por fim, há mais cenas na praia e Dominik posa na escola de samba do Salgueiro com uma mulata e de braços abertos.
    O Diário tentou contato com o padre, mas a Casa Paroquial informou que ele, emprestado do Rio Grande do Sul, voltou na quarta-feira por decisão do bispo de Sinop, Dom Gentil Delazari, que confirmou o afastamento em nota. Especula-se que Dominik voltará para a Polônia e o próprio bispo rezará as missas amanhã e domingo. Porém, a mesma equipe de TV que tentou falar com Nelma conseguiu ouvi-lo em off e o padre afirmou não se importar com a repercussão negativa. Entre outras coisas, disse que, em férias, teria direito de fazer o que quisesse e viajar com quem lhe aprouvesse. A reportagem ouviu por telefone uma representante da Congregação das Irmãs Servas da Imaculada Conceição Virgem Maria em Peixoto. Segundo ela, todos se surpreenderam com o comportamento do padre e a comunidade católica ficou chocada com a indiferença mostrada por ele na reportagem televisiva. “É a fraqueza humana”, resumiu. 



Fonte: http://www.diariodecuiaba.com.br/

********PELO MENOS ERA UMA MULHER NÉ!!!! 
Sabemos que atualmente é inviável, porém, seria interessante os líderes católicos repensarem o celibato, sobretudo, como um meio de evitar escândalos sexuais e que um fato corriqueiro como um casal de apaixonados como os da matéria acima se torne numa tempestade em um copo dágua. Mas repito, pelo menos era uma namoradA. 

A REALIDADE SOBRE O "CRESCIMENTO" EVANGÉLICO

Segundo o dicionário, CRESCER significa desenvolver-se, tornar-se maior, aumentar. Segundo estimativa do IBGE há no Brasil cerca de 47 milhões de evangélicos. Um número significativo e um crescimento bem relevante. Temos visto as igrejas lotadas,  sobretudo as neopentecostais e televisivas. 

Eu me lembro que nos meados dos anos 90 havia várias conversões em minha igreja. Era freqüente estar sempre se achegando ao corpo de Cristo, por exemplo: pessoas carentes de Jesus; pessoas católicas que buscavam mais de Deus; pessoas que vinham ao Senhor convidadas por alguém que compartilhou que Deus a ajudou a superar algum tipo de problema; jovens que se apaixonavam pelo evangelho muitas vezes estimulados pelo louvor, dentre outros perfis. E assim a igreja ia crescendo se fortalecendo na palavra. Era lindo ver as conversões que se seguiam, o crescimento de tais irmãos, implantação de novas igrejas motivadas pela paixão missionária e do potencialismo leigo. 

Me lembro na adolescência que durante aula de história a professora fez uma enquete sobre religiões e eu era o único aluno daquela turma do Colégio Verbo Divino que era evangélico, crente, metodista. Estranho fato para muitos colegas, mas nada que fizesse me discriminarem, afinal, sempre fui gente boa! Heheh  Mas eu era o único não somente na turma mas em todas as turmas da 6ª série . 

Vindo para o hoje, em 2006 na minha turma da faculdade de direito já havia uns 4 ou 5 evangélicos numa turma de 24 alunos e o fato de ser evangélico não causou estranheza como havia causado em minha turma na 6ª série.

Hoje em dia em minha igreja, não tenho visto mais conversões como nos anos 90, não só em minha igreja, mas em todas as igrejas que conheço. Não tenho visto o aumento no número de evangélicos como um crescimento, mas como uma inflação... a igreja não está grande, mas está inchada, gorda, obesa. Temos visto um rodízio entre as igrejas. Sem falar no fenômeno do engélico não praticante que já toma conta de boa parte dos membros das igrejas.



OS LÍDERES ATUAIS TÊM EDIFICADO UMA GERAÇÃO DE CRISTÃOS MIMADOS E VAZIOS. Essa é a pura verdade. É mais ou menos assim: se em minha igreja não sou curado vou para outra, e se não der certo vou pra outra. A igreja virou um balcão de loja e não uma comunidade de fé e comunhão com irmãos. Das últimas 10 pessoas que entraram para a comunhão de minha igreja, todas vieram de outra igreja, sem contar as que saíram para outra. Há um rodízio muito grande alimentado pelos pastores mercenários que não olham para o membro como uma ovelha, mas como uma carteira de dinheiro.

Vemos o Valdemiro dizendo que no ministério dele é que acontece milagre, vemos os bispos da IURD mostrando que só lá há prosperidade, vemos pastores como Malafaia preocupados com poder e megalomania, vemos Terranova com sua ambição digna de um Faraó, vemos o casal Hernandes com sua bíblia “apostólica” cheia de dólares enquanto suas igrejas são despejadas dos imóveis locados, vemos o engomadinho R.R. Soares pedindo patrocinadores enquanto suas igrejas nada tem a ver com o maquiado show da fé exaustivamente televisionado. Isso sem contar, querido leitor, os picaretas aí na sua cidade, na sua rua, aquele pastor que foi eleito vereador negociando o voto das ovelhas, aquele missionário que não passa de uma cópia do semeador de heresias Marco Feliciano, e sem falar daquela irmãzinha mal amada pelo marido que dá consulta e revelações suprindo sua carência e alimentando a superstição de um povo evangélico mimado.

É impressionante o fato de que por estarem na televisão, há um inconsciente coletivo de que as asneiras que eles falam é uma verdade. E não é. 

Temos visto a teologia da prosperidade destruir a santa doutrina de Cristo levando a noiva do Cordeiro a se prostituir consigo mesma e com satanás. As experiências, o êxtase emocional tem tido mais importância do que o conhecimento do evangelho e feito os crentes a rodarem de igreja em igreja.

Quero dizer a você, querido pastor de igreja histórica ou de alguma igreja evangélica sã, não se corrompa meu irmão, mesmo que você esteja vendo sua igreja diminuir, mesmo que seus membros estejam indo lamber o suor do Valdomiro, encher o bolso do Edir Macedo ou correr atrás de revelação num galpãozinho do outro lado da cidade NÃO SE CORROMPA. Espere, espere e prepare seus membros para receber uma grande multidão ferida por tais igrejas, feridas por falsas promessas em nome do sagrado que não se cumpriram. Muitos voltarão e mesmo que não voltem agüente firme alheio a tudo isso apegado às escrituras sagradas.

Acorda igreja! Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e todas as outras coisas serão acrescentadas. Ainda que a figueira não floresça e não haja fruto na videira se alegre no Senhor! 

Não tenho pena de quem segue tais lobos, tais ladrões, não tenho pena mesmo e nem acho que são manipulados. Na verdade isso é juízo de Deus sobre a vida de tais pessoas pois têm buscado seu próprio interesse e cobiça. O IBGE mostrou que não houve ascensão econômica entre os neopentecostais, conheço gente que há anos dão tudo o que tem na Fogueira Santa da Igreja Universal e continuam muito pobres, aliás, não conheço ninguém que tenha enriquecido desta maneira.

Acorda Igreja! Acorda noiva do Cordeiro! Pare de correr atrás de milagres, mas corra para os pés do Senhor.

“encorajar outros pela sã doutrina e refutar os que se opõem a ela.”
Tito 1   









Em Cristo, que procura adoradores e não estatísticas,

Felipe O. Almada

terça-feira, 19 de julho de 2011

PASTOR ANTÔNIO CIRILO É O NOVO CONTRATADO DA GRAÇA MUSIC..... #falasério


O Pastor Antonio Cirilo, cantor e compositor da linda música "Poderoso Deus", agora faz parte do casting da Graça Music que vai distribuir parte do seu acervo musical.

Eu temo agora que o próximo CD dele seja "Canções do R.R. Soares na voz de Antônio Cirilo ou fazendo dueto com Fernandes Lima cantando "determine, determine, determine, determine". 
Tomara que eu esteja enganado...

CONVERSÃO É MUDANÇA DE COMPORTAMENTO?


Temos visto atualmente a igreja evangélica inchando de forma expressiva. Digo inchando, pois não acredito que se trata de um crescimento com solidez por conta das “doutrinas” e dos ensinamentos, principalmente de igrejas neopentecostais e mercenárias. 

Mas há várias pessoas sinceras que tem sido levadas a um relacionamento superficial com Deus baseado em interesses pessoais e superstição gospel. Exatamente por isso já temos visto os “evangélicos não-praticantes”, ou aqueles que são simpatizantes da igreja, etc.. Ou até mesmo aqueles que são levados à uma suposta “conversão”. Como assim suposta conversão? É aquela baseada pelo que o homem faz e não pelo que Jesus fez por nós na cruz. Essa é a falsa conversão.
 
Não é muito difícil num ambiente religioso e levado pelo inconsciente coletivo, pressão psicológica e institucionalismo alguma pessoa mudar seus hábitos, sobretudo se tiver uma alma frágil e marcada por abandonos e rejeição durante a vida. Temos visto muitas pessoas inseridas em um ambiente descrito anteriormente que começam a freqüentar a igreja, mudam seus hábitos (param de beber, param de fumar, param de trair ou de fornicar), entretanto não significa uma genuína conversão.

A conversão é uma obra sobrenatural de Deus em nossas vidas baseada na morte de Cristo na cruz e que nos torna uma nova criatura:

E Jesus respondeu e disse-lhe: "Na verdade, na verdade te digo que aquele
 que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus".   João 3:3

Tudo o que tinha que ser feito para sermos salvos Jesus já fez na cruz. Não será a nossa mudança de hábitos que nos levará ao céu, mas Jesus já fez tudo, já pagou o preço pela nossa salvação, só necessitamos crer. Mas só isso? Sim! 

Então você vai perguntar: “Quer dizer que se não tenho que fazer nada posso continuar cometendo pecado?”. Eu te respondo: se você nasceu de novo certamente não pensará assim. A mudança de hábitos é fruto desce “nascer de novo” e não ao contrário. Portanto se eu nasci de novo terei novas atitudes. Tudo isso por obra do Espírito Santo, e não nossa.

Atualmente as pessoas que conheço que enchem as igrejas neopentecostais e pseudo-evangélicas não se batizaram, apenas tomaram um banho e não se converteram, apenas mudaram de hábitos pelos motivos que eu já disse no começo do post. Como percebo isso?

Esse tipo de pessoa certamente fará um rodízio de igrejas, 

Esse tipo de pessoa muda de hábitos superficialmente, pois a mente e coração continuam os mesmos. 

Esse tipo de pessoa é arrogante e não sabe dialogar, mas defende sua conversão com gritarias.

Esse tipo de pessoa, em algum momento futuro vai extravasar o tempo todo em que reprimiu suas vontades.

Esse tipo de pessoa engrandece seu “passado pecaminoso”. Eles são “ex-gay” “ex-ladrão”, “ex-mãe-de-santo”.

Esse tipo de pessoa coloca os ensinamentos de sua denominação acima dos ensinamentos bíblicos.

“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé;
 e isto não vem de vós, é dom de Deus.” Ef. 2:8

Portanto, nasçamos de novo, pois quem nasce de Deus se cair Ele levanta. Ele sustenta, Ele guia. Quem nasce de novo sabe perdoar, é paciente, tem domínio próprio, é amável.
Pense bem, examine a si mesmo baseado nas escrituras e não na religião pois ainda dá tempo, afinal, Ele está à porta e bate!

“E não ensinará mais cada um a seu próximo, nem cada um a seu irmão, dizendo: Conhecei ao SENHOR; porque todos me conhecerão, desde o menor até ao maior deles, diz o SENHOR; porque lhes perdoarei a sua maldade, e nunca mais me lembrarei dos seus pecados.” Jer 31:34

Exemplo de quem se institucionalizou e não se converteu

Em Cristo, que nos convida a nascer de novo,

Felipe O. Almada

domingo, 10 de julho de 2011

RELATÓRIO DO COLÉGIO EPISCOPAL METODISTA SOBRE O CRESCIMENTO DA IGREJA DURANTE O 19° CONCÍLIO GERAL

De acordo com o relatório do Colégio Episcopal: “Entre os caminhos de Deus e os caminhos da Igreja instituição, nos deparamos com rumos irreconciliáveis. Surgiu o movimento G12, que propôs uma eclesiologia anárquica. Multiplicam-se o número de apóstolos e, mais recentemente, de patriarcas. Tudo pela hegemonia e poder econômico, nunca pelo serviço e disposição de esvaziar-se a si mesmo em favor do povo e do Evangelho. Diante do horizonte visto aqui, o quadro dos últimos 30 anos é positivo” (p.10).



Em dez anos, o número de metodistas no Brasil teve um aumento expressivo: saltou de 80.061 para 214.715. Crescimento de 268,19%. Os números foram divulgados no primeiro dia do Concílio Geral da Igreja Metodista em Brasília, durante a apresentação do relatório do Colégio Episcopal. A exposição foi transmitida ao vivo pela internet, no portal – www.metodista.org.br.


Por Região, o número de membros está assim:

1ª Região – 105.632 membros – crescimento de 29,23% em relação à 2006
2ª Região – 11.922 membros – crescimento de 17,54% em relação à 2006
3ª Região – 18.278 membros - crescimento de 4,09% em relação à 2006
4ª Região – 26521 membros - crescimento de 10,44% em relação à 2006
5ª Região – 21463 membros - crescimento de 2,90% em relação à 2006
6ª Região – 22.850 membros - crescimento de 31,98% em relação à 2006
Remne – 4.963 membros - crescimento de 36,08% em relação à 2006
Rema – 3.086 membros - crescimento de 27,94% em relação à 2006

Total: 214715 membros - crescimento de 20,84% em relação à 2006

Relatório - Outros dados também foram informados com entusiasmo: Pelo Brasil afora, há 1038 Igrejas Metodistas. Existem também 373 congregações e 400 pontos missionários no país. Em relação a 2006, ano do último conclave, o crescimento foi de 4,8% no número de igrejas. Naquela época, eram 989.

De acordo com o relatório do Colégio Episcopal: “Entre os caminhos de Deus e os caminhos da Igreja instituição, nos deparamos com rumos irreconciliáveis. Surgiu o movimento G12, que propôs uma eclesiologia anárquica. Multiplicam-se o número de apóstolos e, mais recentemente, de patriarcas. Tudo pela hegemonia e poder econômico, nunca pelo serviço e disposição de esvaziar-se a si mesmo em favor do povo e do Evangelho. Diante do horizonte visto aqui, o quadro dos últimos 30 anos é positivo” (p.10).

Ministério pastoral – Alguns dados sobre o ministério pastoral na Igreja Metodista também foram apresentados. Hoje, em todo o Brasil, são 1073 presbíteros/as, 35 pastores/as suplentes, 209 pastores/as e 10 diáconos e diaconisas. Nos últimos cinco anos foram recebidos ao presbitério, 360 ministros.

A apresentação do relatório foi feita pelo Bispo Adonias Pereira do Lago, secretário do Colégio Episcopal. Ele falou ainda sobre a caminhada da Igreja Metodista, organização, Rede Metodista de Educação, formação teológica, discipulado, missões transculturais, Dons e Ministérios e sobre o Plano Nacional Missionário (2077-2011)

sábado, 9 de julho de 2011

Cantora evangélica ganha ação por plágio contra padre Marcelo Rossi



A cantora piauiense Marinalva Santos, 39 anos, ganhou ação por plágio contra o padre Marcelo Rossi. A Associação Brasileira de Música e Artes reconheceu que a cantora evangélica é autora da música “Noites Traiçoeiras” e que a canção foi plagiada pelo padre.

    Em 2009, a cantora esteve no Jornal do Piauí denunciando que a música foi plagiada. Ela contou que a canção foi feita inspirada em um salmo e para comemorar aniversário de uma igreja Assembleia de Deus em Uberlândia (MG).
    O pastor Francisco Felipe Cordeiro, que é marido e empresário da cantora, informou ao Cidadeverde.com que a música já rendeu um milhão de cópias ao “padre cantor” e que a agora os direitos autorais vão para a piauiense.
    “Entramos com ação e apresentamos todos os documentos a Associação Brasileira de Música e Artes. A partir desta segunda-feira, todos os direitos autorais vão para Marinalva”, garantiu o pastor.
    Ele ressaltou que a cantora tentou um acordo com a assessoria do padre Marcelo Rossi, mas a proposta foi recusada. “Nós tentamentos acordo com ele (Marcelo Rossi), mas não deu certo e a proposta que ofereceu em dinheiro foi rejeitada”, disse o pastor sem revelar o valor em dinheiro.
    Para comemorar a vitória, a cantora que já compôs mais de 100 músicas, vai fazer uma festa em Santana do Piauí. 

### ATUALIZADO!!!!!!  VEJA AS REVIRAVOLTAS NO CASO:


DISPUTA MUSICAL

Após ganhar ação evangélica é desmentida sobre plágio de padre


     Associação Brasileira de Música e Artes afirma que a música "Noites Traiçoeiras', do padre Marcelo Rossi, não é de autoria de evangélica.


     A Associação Brasileira de Música e Artes não reconheceu que a música "Noites Traiçoeiras', um dos sucessos do padre Marcelo Rossi, seja de autoria da evangélica Marinalva Santos, 39, diferentemente, portanto, do que ela afirmara em entrevistas no Piauí, Estado onde mora.


     Marinalva e seu marido, o pastor Francisco Felipe Cordeiro, afirmaram que iam entrar em contato com o padre Marcelo para discutir os direitos autorais com base em parecer da associação segundo o qual a música é plágio. Os dois, inclusive, ameaçaram processar o padre, caso ele não quisesse conversar.


     A assessoria jurídica da associação informou que esse parecer nunca existiu.


     A situação dos evangélicos se complicou porque Carlos Papae, que seria o verdadeiro autor da música, decidiu processá-los sob a acusação de tentativa de golpe para ficar com os direitos autorais.


     Marinalva tinha dito que compôs a música em 1999 em parceria com Vânia Nunes, uma amiga da Igreja Assembleia de Deus Missionária de Uberlândia, Minas Gerais.


     Contudo, de acordo com Luciana Fernandes, representante de Papae, o compositor gravou a música em 1986, conforme prova um disco vinil. Tanto que ele já recebeu 50% dos direitos autorais e agora tenta na Justiça obter o restante.


     Ela disse ter informado o casal de evangélicos por telegrama sobre o processo judicial. Desde o desmentido da associação, o casal tem evitado a imprensa.


     O padre Marcelo gravou a música em 2008 e já vendeu mais de 1 milhão de cópias.
 

Bispo e líder da Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil é denunciado pela Revista Isto É

BISPO MAÇOM, LÍDER DA ASSEMBLÉIA USA O VELHO GOLPE DOS CHACAIS GOSPEL DE UTILIZAR-SE DE "LARANJAS" E SOGENAR IMPOSTOS!

Mais um líder evangélico no Brasil é denunciado, com provas, em decorrência de   sonegação de impostos e de se utilizar de laranjas em transações fraudulentas. INfelizmente creio que tal senhor se fará de vítima alegando perseguição religiosa assim como perseguiram a Cristo e aos apóstolos, porém eles eram perseguidos por sua fé e não por formação de quadrilha. Acorda Brasil!!! Parem de dar dinheiro a esses pilantras!!! O pior é a fama de coronel do referido "bispo", aguardem e vejam o desenrolar da história pois represálias virão. Oremos pelas vidas dos denunciantes!!

Veja agora  a reportagem da REVISTA ISTO É  na integra:


Os calotes do bispo

Líder da Assembleia de Deus, Manoel Ferreira é acusado de usar laranja para abrir faculdade, dar golpe nos sócios e sonegar milhões em impostos

Istoé

Claudio Dantas Sequeira




É usual no País que Igrejas de diferentes confissões religiosas apoiem a criação e a manutenção de instituições de ensino, como escolas e faculdades. Mas deve ser um serviço voluntário, sem fins lucrativos. O bispo Manoel Ferreira, ex-deputado pelo PR e presidente da Convenção Nacional das Assembleias de Deus (Conamad), teria invertido essa lógica. Lançando mão de expedientes pouco republicanos, teria recrutado laranjas, assinado contratos de gaveta e se tornado proprietário de um lucrativo negócio: a Faculdade Evangélica de Brasília. Ferreira também teria demitido funcionários sem pagar direitos trabalhistas, sonegado milhões de reais em impostos federais e dado um golpe nos próprios sócios. Um desses sócios, o pastor Donizetti Francisco Pereira, resolveu quebrar o pacto de silêncio imposto por Ferreira em sua Igreja e procurou ISTOÉ para denunciar o caso. “Fui apunhalado pelas costas”, afirma Pereira. Sem dinheiro, impedido de trabalhar e com o nome sujo no SPC e no Serasa, ele tenta há meses contatar o bispo para negociar um acordo. “Não sou a única vítima dele, só que os outros sócios e professores têm medo de represálias”, diz.

Formado em teologia e administração, Donizetti entrou para a Conamad no início da década de 1990. Em 1999, chegou a vice-presidente da Faculdade de Teologia e dava aulas como voluntário. Em 2003, foi convocado a fundar, junto a outros pastores, a Faculdade Evangélica de Brasília Ltda, que só funcionaria dois anos mais tarde. Com a entrada do dinheiro das mensalidades, começaram os desentendimentos entre os sócios. Teriam sido feitas, então, quatro alterações contratuais, sendo que a última estabelecia a divisão societária entre três pessoas: o pastor Eduardo Sampaio de Oliveira, com 20% das cotas, e os empresários Ricardo Luis Pereira e Ronaldo José Pires, dono do Salão do Automóvel de Brasília, ambos com 40%. Entretanto, em 25 de julho de 2007, os sócios realizaram uma assembléia extraordinária que determinou a divisão da sociedade apenas entre dois sócios, Ricardo Pereira (47,5%) e a Conamad (52,5%). A ata da reunião, uma espécie de contrato de gaveta, foi assinada por todos os sócios, inclusive pelo bispo Manoel Ferreira, que passou então a figurar como sócio oculto da empresa.


“Não sou a única vítima dele, só que os outros sócios e professores têm medo de represálias”, diz pastor Donizetti Pereira, que vendeu, mas não recebeu, suas cotas por R$ 200 mil

A maracutaia é admitida pelo próprio pastor-laranja Eduardo Sampaio de Oliveira, que virou alvo de dezenas de ações de execução trabalhistas movidas por ex-funcionários contra a Faculdade Evangélica. Para tentar evitar o bloqueio de seus bens, o advogado de Oliveira interpôs na Justiça do Trabalho recurso alegando que seu cliente “nunca foi sócio” da instituição de ensino. “No que pese 20% das cotas da Faculdade Evangélica de Brasília constarem do contrato social, a rigor este percentual nunca lhe pertenceu.

A bem da verdade, as cotas são de propriedade da Conamad (Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil – Ministério Madureira), presidida pelo Bispo Manoel Ferreira”, escreve o advogado Raimundo Pereira, o advogado de Sampaio. O próprio advogado reconhece que a Conamad, por ser entidade religiosa sem fim lucrativo, “não pode figurar como sócia em contrato social de empresa comercial”. E conclui como seu cliente virou laranja do bispo: “Por determinação do bispo Manoel Ferreira, ele foi designado para figurar no contrato, ficando a Conamad na condição de sócia oculta”. Uma verdadeira confissão de culpa.
Trechos do documento no qual o pastor Eduardo Oliveira admite ser laranja do bispo Manoel Ferreira (acima), da Assembleia de Deus, na Faculdade Evangélica de Brasília


Pelo que sugerem os documentos reunidos pelo pastor Donizetti Pereira, a tentativa de dar uma fachada de legalidade para o negócio é apenas um dos muitos pecados do bispo Manoel Ferreira. Após seis anos de existência, a Faculdade Evangélica está afundada em dívidas, é alvo de 140 ações trabalhistas, 18 ações de execução judiciais que superam R$ 1,6 milhão, além de pendências no Serasa e 108 protestos. A faculdade também emitiu nada menos que 89 cheques sem fundo, de valores que variam R$ 45 a R$ 50 mil. “Eu recebi quatro cheques de R$ 50 mil por conta da venda das minhas cotas na sociedade. Quando fui sacar, eles sustaram os cheques”, afirma o pastor Donizetti Ferreira, que retirava mensalmente um pró-labore de R$ 3 mil. Ele conta que, além dos sócios que tomaram calote, há dezenas de professores, demitidos sem receber seus direitos trabalhistas. “Alguns sequer tiveram seus salários depositados no mês em que saíram da Faculdade”, afirma. A par da gestão temerária da instituição, o pastor revela que a Faculdade Evangélica não depositou o FGTS e o INSS dos funcionários, e recentemente foi multada pela Receita Federal em cerca de R$ 2 milhões por sonegação. Consultados por ISTOÉ, o bispo Manoel Ferreira e o pastor Eduardo Sampaio não retornaram o contato. Resta saber que explicação eles darão a seus fiéis e à Justiça.
As informações e opiniões postadas no Blog Fé & Razão não correspondem às opiniões e idéias de pessoas ligadas a mim nem de minha Igreja
Ocorreu um erro neste gadget