sábado, 25 de fevereiro de 2012

Os adventistas do Sétimo Dia são evangélicos?

É impressionante o número de heresias propagadas por igrejas pseudocristãs, entre estas, encontram-se os Adventistas do Sétimo Dia.  Lamentavelmente encontramos entre os evangélicos o entendimento de que a Igreja Adventista é uma igreja Cristã. Entretanto, os ensinamentos de sua profetisa Ellen Gould White são absolutamente aberrativos, isto sem contar é caro, das falsas doutrinas por ela propagadas.

Ellen G White
Pois é, o que me assusta é que os evangélicos além de ouvirem o herético grupo Voz da Verdade, escutam também os quartetos adventistas com suas doutrinas espúrias, convidando-os para cantarem em suas igrejas,  ministrar em seus simpósios e congressos, além de pregarem em seus cultos.

Caro leitor, talvez ao ler este texto você esteja dizendo consigo mesmo: Ah! que nada, bobagem isso, eles falam de Jesus, não vejo nada mal neles!

Pois é cara pálida esse é problema. A linha doutrinária dos adventistas é bem tênue. Eles ensinam doutrinas relacionadas a salvação e a vida absolutamente antagônicas as Escrituras Sagradas. Ellen Gould White chega a afirmar que ninguém pode ser salvo sem guardar o sábado e que o cristão que guarda o domingo tem a marca da besta. 




quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

EIS QUE TUDO NÃO SE FEZ NOVO E AS COISAS VELHAS NÃO PASSARAM


É muito comum ver esse tipo de testemunhos nesse mundo evangélicos de meu Deus. No caso da foto acima, não haverá somente um culto de libertação simples, mas sim o "dia da libertação total"; e com a participação especial de um ex-defunto.. rsrsrs
O que será um ex-defunto? Uma múmia? Um zumbi?

É óbvio de que se trata de uma estratégia de muito mau gosto de marketing, sim, parece a propaganda de um circo.. talvez até seja.. pelo que aparenta né... 
Será que Lázaro, a quem Jesus fez reviver, ficava se intitulando ex-defunto? Será que o leproso a quem Jesus curou passou a se chamar : ex-leproso? Acredito que não, para uma pessoa transformada por Jesus, ser ex-algumacoisa é muito pouco, o plano de Deus é muito, muito maior.

"Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é;
 as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo."  
2 Co 5.17

Quem é transformado por Cristo, se enquadra no projeto sagrado de "eis que tudo se fez novo". Imagine se o Apóstolo Paulo fosse como o camarada ex-defunto da foto? Não seria Paulo, mas seria "ex-Saulo". 
Por isso que jamais assisto tais testemunho, e te digo sem meias palavras: Fuja, corra, passe longe desse tipo de espetáculo de mau gosto. O evangelho não precisa disso.


Felipe Oliveira Almada

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

ESCÂNDALO NO VATICANO: Porta-voz denuncia vazamento de documentos

Federico Lombardi diz que a Santa Sé vive sua própria versão do escândalo WikiLeaks e evita comentar boatos de renúncia do papa




O Vaticano está vivendo sua própria versão de escândalo WikiLeaks, afirmou na segunda-feira o porta-voz Federico Lombardi, referente aos recentes vazamentos de documentos confidenciais nos jornais italianos, que registram supostas falhas na implementação de medidas contra lavagem de dinheiro e fofocas sobre quem deverá ser o próximo papa.



"Precisamos de calma, sangue frio e razão", afirmou o padre Lombardi em uma longa declaração publicada no site da rádio do Vaticano na segunda-feira à noite. O governo do presidente americano Barack Obama "teve o Wikileaks, o Vaticano está tendo seus próprios vazamentos", acrescentou.
Observadores disseram que os vazamentos são evidências de uma luta interna pelo poder no Vaticano, particularmente contra o Secretário de Estado, Tarcisio Bertone. "Esses vazamentos têm a intenção de espalhar confusão e manchar a imagem do Vaticano, do governo da Igreja e da própria Igreja", comentou Lombardi.
O caso dos vazamentos tem tomado conta do Palácio Apostólico, enquanto o pontífice se prepara para a cerimônia na semana que vem que vai coroar os 22 novos cardeais - os príncipes da Igreja, responsáveis pela escolha do sucessor do papa.
Essas cerimônias sempre vem acompanhadas de rumores e especulações sobre o futuro do pontífice. Na semana passada, uma carta confidencial de um cardeal confessando ter conhecimento de um plano de assassinato do Papa nos próximos 12 meses foi divulgada e ridicularizada pelo Vaticano.
O porta-voz frisou que o papa Bento 16 está comprometido com o avanço da administração das finanças do Vaticano e assegurou que o banco do Vaticano está alinhado às regras internacionais contra lavagem de dinheiro. "Estão dizendo que documentos internos estão sendo transmitidos externamente de maneira desonesta", declarou Lombardi.
"Alguns desses documentos recentemente distribuídos tendem a diminuir a credibilidade em relação ao compromisso da Igreja em aumentar a transparência", acrescentou.
Perguntado posteriormente, nesta terça-feira, sobre rumores persistentes de que o papa poderia renunciar, advertiu: "Se essa questão já foi alguma vez abordada seriamente, discutiremos. Por ora, não é nada sério e, portanto, não há o que dizer."
Ao livro de entrevistas do jornalista alemão Peter Seewald intitulado "Luz do Mundo", Bento 16 diz que, se um papa tem consciência de que não está mais apto "fisicamente, psicologicamente e espiritualmente a exercer os deveres do cargo, tem o direito e, em algumas circunstâncias, a obrigação de se demitir".
Mas, segundo o pontífice, só pode haver demissão "em um momento de paz", e não em períodos de tensões ou escândalos.
O bispo emérito de Ivrea, monsenhor Luigi Bettazzi, afirmou acreditar na possibilidade de Bento 16 se demitir. "Não, não acredito na ideia de um complô contra o papa, mas sim, na eventualidade de uma demissão", comentou.

Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br

Tais escândalos não são de espantar, afinal se trata de uma religião/estado, ou seja, motivações políticas estarão sempre arraigadas, principalmente, se tratando de uma instituição com os dois pés no medievalismo, com os olhos na tradição mística e de costas para a Bíblia.

Todos querem o poder, o Papa é pop e o pop não poupa ninguém. Os clérigos católicos não têm do que se preocupar, pois, mesmo que venham à tona vários escândalos administrativos, políticos, etc.. nenhum deles se compara em grau de negatividade à onda de padres pedófilos impunes já apagadas pelo tempo e pela memória inocente dos fiéis. Não se preocupem, clérigos,  pois como na religião Protestante, a maioria dos fiéis não se preocupam com isso, o mito do sagrado está acima da instituição religiosa.

Felipe O. Almada


quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

IURD X IMPD - O império contra-ataca


Edir Macedo, em meio a um declínio no número de membros em sua igreja, resolve atacar pesado seu principal concorrente. Leva uma mulher supostamente possuída por um demônio revelar que aquele demônio está comandando a igreja do Valdomiro e inclusive pede para que o espírito mal mostre como faz o Valdomiro falar.

É gozado, pois o tal espírito incorporado na mulher elogia tanto a Universal que é possível duvidar se é anjo ou demônio... rsrs... Outro fato cômico e dramático é o fato do demônio alertar a iminente volta de Jesus, ele declara " o homem está chegando".. UAU!! Nem o filho sabe o dia e a hora.. mas o "encosto" sabe.... 

Mais uma vez não sei o que comentar, só sei que essa disputa está num baixo nível e infelizmente a tendência é piorar. O problema é que no meio disso tudo há milhões de pessoas enganadas, desequilibradas intelectualmente, com baixa-autoestima que entram nessa roda de fogo e se portam como torcidas organizadas de futebol: loucas, apaixonadas e cegas.

Outra problema é a generalização, afinal, são igrejas "evangélicas", ou seja, todos os pastores são como os dois coronéis aí de cima, todas as igrejas são como as citadas, etc...

Infelizmente essa guerra vai chegar a níveis bem baixos em breve. Salve-se quem puder..

Veja o vídeo e ria... ou chore...

Em Cristo,

Felipe Oliveira Almada






sábado, 4 de fevereiro de 2012

ADORAÇÃO: UM CHAMADO DE SANTIDADE E OUSADIA

“Aconselhou-se com o povo e ordenou cantores para o SENHOR, que, vestidos de ornamentos sagrados e marchando à frente do exército, louvassem a Deus dizendo: Rendei graças ao SENHOR porque a sua misericórdia dura para sempre.
Tendo eles começado a cantar e a dar louvores, pôs o SENHOR emboscadas contra os filhos de Amom e Moabe e os do Monte Seir que vieram contra Judá e foram desbaratos” 2 Crônicas 20.21,22



Imagine um exército indo para a batalha contra uma nação inimiga, porém, ao invés de soldados, eram cantores; ao invés de arcos, espadas, escudos e vestir armadura, fossem para a guerra vestindo ornamentos sagrados e sem armas, apenas com louvor nos lábios. É uma situação ilógica, pois é exatamente o que vemos descrito nos versículos acima, e no final o SENHOR dá a vitória a seu povo, cuja força e a esperança do êxito estavam somente no Deus de Israel.


Aprendemos com esse episódio que o louvor e a adoração têm extrema importância, aprendemos que o SENHOR se utiliza da adoração, da ação de graças para manifestar o seu poder. Atualmente eu e você somos esse exército de adoradores que o SENHOR está recrutando, é um privilégio muito grande fazer parte desse exército.Porém, vale ressaltar que houve algumas exigências:


1- Vestidos de ornamentos sagrados: Para fazer parte desse exército era necessário estar com vestes sagradas, para nós significa um desafio à santidade, à uma vida reta com Deus. Aprendemos com isso que para ministrar um louvor agradável a Deus e com implicações na vida de quem conduzimos em adoração, é imprescindível estarmos vestidos com ornamentos sagrados, ou seja, bom testemunho, atos de piedade, crescimentos espiritual e dependência de Deus.


2- Marchando à frente do exército: Essa ordenança de Deus para os cantores do exército de Josafá, nos aponta para uma postura de ousadia e intrepidez como ministros de louvor. Curados de toda timidez, covardia e incredulidades; adorando como valentes do SENHOR sabendo que aquele que começou a boa obra em nossa vida é Fiel.


Esse episódio nos mostra um louvor de fé. Eles estavam tão confiantes na promessa de Deus pela vitória que começaram o louvor antes da batalha ser vencida. Então Deus causou confusão no meio dos inimigos que, por engano, viraram-se uns contra os outros.


Que possamos nessa mesma fé, tanto ao subir no altar para ministrar quanto em nossa caminhada cotidiana, estar nessa postura: com ornamentos sagrados e à frente do exército, em outras palavras, em santidade e ousadia.


Que o SENHOR, que é o motivo de nossa canção nos inspire a cada dia,


Em Cristo,


Felipe Oliveira Almada
As informações e opiniões postadas no Blog Fé & Razão não correspondem às opiniões e idéias de pessoas ligadas a mim nem de minha Igreja
Ocorreu um erro neste gadget